Dia a dia

E aí? Já se adaptou?

Já completei meu primeiro mês de “Deutschlândia”! 🎉 E uma das perguntas que mais ouvi nesse intervalo é sobre adaptação. Então, achei legal tocar nesse assunto, no blog, para contar a vocês o que tenho sentido sobre morar fora. Até porque, daqui meses ou anos, também poderei reler as palavras e lembrar os primeiros dias na Alemanha. Gosto dessas coisas.

Os dias têm sido deliciosos. Mas não sei se isso significa que estou adaptada. O tempo passa rápido quando a gente se diverte e parece que nem sobram minutos para pensar nos sentimentos. E, sei lá, até agora foi tudo tão tranquilo! Quando a gente fala de adaptação – pelo menos pra mim -, parece que essa palavra está relacionada a um processo árduo, talvez doloroso. Eu mesma estava me preparando para chegar aqui e encarar o fato de não saber lidar com a nova rotina, o novo clima, a nova cultura, o novo trabalho, o novo idioma.

Sim, é tudo novidade mesmo. Mas acho que quando a gente abre o peito, abre a mente, abre os olhos para acolher esse pedaço de mundo até então desconhecido, pode ficar mais fácil e mais prazeroso. Tem a ver com aquele lance de se desapegar, sabe? Antes de vir pra cá, eu estava achando que teria que escolher quais coisas da minha vida colocaria em duas malas de 32 quilos. Mas, quando cheguei aqui, percebi que a minha vida é tão grande, que jamais eu poderia (ou deveria) guardá-la! E que o mundo é tão pequeno, que não dá para chamar de “casa” um lugar apenas. Agora, a casa é a Alemanha, mas já foi o Brasil e poderá ser em outro lugar em outro momento futuro. E, quando a gente vê, até do próprio fato de estar se adaptando a gente se desapega.

O mais complicado até agora é o idioma. Porém, aqui entra o desapego, mais uma vez, de deixar para trás a comodidade e me lançar com tudo ao desconhecido, conhecendo-o, desmistificando-o. Não que eu esteja me desapegando da minha querida Língua Portuguesa. Jamais! Mas desapeguei da ideia de querer assistir à TV brasileira – ou a filmes com legenda em português – ou de ouvir minhas estações de rádio favoritas do Brasil. Não, aqui não pega nenhum canal  em português e, pra ajudar, a programação do Netflix é toda em alemão. E sabe de uma coisa? Ainda bem! É que, de tanto ouvir (e pesquisar no dicionário e ficar encafifada com algumas palavras), parece que alguma coisa eu já consigo entender. 

Também estou fazendo aulas de alemão e buscando me esforçar o máximo possível pra aprender. Afinal, é mesmo péssimo quando a gente não consegue se comunicar fácil e rapidamente. Outra hora, falo disso também no blog.

Mas, voltando à rotina, posso dizer que nunca vivi dias tão tranquilos ao lado do Tiago – e essa era uma das principais propostas nossas ao pensar em morar fora. Aqui, temos tempo para ficarmos juntos. Temos tranquilidade para fazer nossos próprios planos sem os imprevistos profissionais – pra quem não sabe, no Brasil, ele trabalhava viajando toda semana e raramente conseguia programar a agenda por causa dessas viagens. Temos noites bem dormidas, lugares encantadores por perto e, principalmente, temos um ao outro, apenas. E eu nem consigo descrever o quanto isso é gostoso!

Até penso que, por ser começo, as coisas estejam assim, tão “fáceis”. Mas não me desanimo de imaginar que pode ficar difícil. Um dia de cada vez, um mês após o outro, de aprendizado em aprendizado. E, claro, um Deus Maravilhoso que tem cuidado de nós em riqueza de detalhes. Não tenho dúvida de que foi Ele quem nos trouxe até aqui. 🙂

Ah! Eu já ia acabando, mas, então, pensei de finalizar com fotos desse primeiro mês de Alemanha! Você pode ver essas e outras imagens também no meu Instagram! @aondeeuflor ❤️

Beijo!

Lissa

  
  
  
  
  
  
  
  
  
  

Anúncios

9 comentários em “E aí? Já se adaptou?

  1. Lissa e Tiago, cada vez que vejo as mensagens de satisfação por estarem nesse país(Alemanha), me enche de orgulho !!!. Deus os abençoe ricamente e continue nos informando dessas coisas lindas. Bjs.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lissa, cada vez que leio em seu blog encho-me de orgulho, pois sei que você e Tiago estão muito bem e felizes nesse país! Pelas fotos é divinamente maravilhoso ! Gostei de vir a sua casa, lindinha !!!. Continue relatando as belezas dessa terra no seu blog. Deus os abençoe ricamente. Saudade, vizinha linda !!!. Bjs.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Querida vizinha, que saudade! Obrigada pelo comentário aqui sempre presente. Estamos muito felizes com nossa nova rotina e temos visto o cuidado de Deus em todas as coisas. Também temos orado por você e espero que você continue sempre buscando no Senhor a fonte maior e verdadeira de

      Curtir

  3. Olá,
    Estou me mudando pra Hepberg, norte de Ingolstadt no fim do ano. Estou adorando suas dicas.
    🙂
    Tenho a impressão que vc está na mesma região mas não tive ainda tempo de olhar seus posts com calma. Farei isso logo
    Menos 😉

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s