Dia a dia · Idioma alemão

O nó na garganta

[O post de hoje é um desabafo. Afinal, eu preciso falar sobre como não é falar (ainda!) em alemão]

Morar na Alemanha tem me proporcionado experiências bem diferentes. Desde o cheirinho do ar da cidade, que eu ainda consigo sentir a cada vez que coloco o pé pra fora de casa, até a dinâmica do trânsito e a alta velocidade dos carros, sem muitos limites nas Autobahns, tudo isso ainda é novidade. Mas o mais inusitado mesmo, até agora, tem sido o idioma. Nunca antes eu havia passado pela experiência – para não dizer dificuldade – de estar em um lugar e não conseguir me comunicar. Não consigo entender e nem consigo ser entendida.

Eu me vejo, então, com um enorme nó na garganta que me faz acumular um monte de palavras, frases, histórias e conversas que da minha boca não passam. Travam. E voltam pra dentro de mim.

Ok. O começo é mesmo assim – e, é claro, eu já sabia disso. Da mesma forma que eu sei que, daqui a alguns meses, esse nó vai ficar menor, menor, menor, até sumir. Tenho estudado (faço aulas com um professor particular, por Skype), escutado rádio, assistido à (bizarra) TV alemã e buscado traduzir bastante conteúdo – embalagens, placas, panfletos, tudo é fonte de aprendizado. Mas, enquanto o idioma alemão for esse universo amplo e desconhecido, o nó será algo bem cansativo. Afinal, ao mesmo tempo que eu amo aprender uma palavra nova, detesto não saber a palavra seguinte para conseguir compreender ou formar uma frase. E, pior, detesto quando acabo me esquecendo de coisas que eu já havia aprendido. Isso acontece com bastante frequência… 😦

Ah! Antes que alguém me pergunte “e o inglês?” ou me diga que já ouviu dizer que, na Alemanha, todos falam inglês, eu afirmo que a história não é bem assim… E, além do mais, se estou aqui é para falar alemão, não inglês…

Realmente, muitos alemães têm um inglês muito bom, afinal, a educação das escolas daqui é mesmo de qualidade. Mas, especialmente entre os mais velhos, não são raros os que não falam nada de inglês. Outro dia, acompanhando uma amiga (brasileira) em uma consulta, a médica disse que não sabia falar inglês e que, se eu precisasse ser atendida, precisaria levar alguém para traduzir. Rs! Eu espero (duas vezes, uma pela minha boa saúde e outra pelo meu progresso em alemão) que não precise passar por isso! Haha!

Bom, mas colocando um ponto final nesse meu drama todo (no da adaptação linguística e no do post de hoje), deixa eu dizer para vocês algo que vai me ajudar bastante: em duas semanas, vou começar aulas intensivas de alemão – serão 20 horas semanais de “deutsch”. Acho que isso será uma paulada na minha cabeça, mas que vai me ajudar a desatar o nó. Por isso, estou bastante animada e não vejo a hora de começar a pôr pra fora todas as palavras que estou guardando dentro de mim.

Ah! Pode deixar que os posts aqui vão continuar em português. ❤ E, em breve, espero poder contar a vocês sobre meu progresso (assim espero!) linguístico.

Os alemães que me aguardem! 😀

Anúncios

4 comentários em “O nó na garganta

  1. Olá menina!! Saudades de vcs. Fico feliz em ler seus comentários !!! E seu progresso, acompanhei um pouco desde sua chegada aí é sei que logo vc estará conversando fuentemente , em alemão !!! Se cuida, se ocupe seja feliz te Amooo!!! Bjs Rosi

    Curtido por 1 pessoa

    1. Querida Rosi, minha amiga, obrigada pelo carinho! Agradeço a Deus pela oportunidade que tivemos de nos conhecer em um momento tão oportuno para ambas. Que Ele continue abençoando nossas jornadas aí e aqui. Um beijo enorme de saudade! ❤️

      Curtir

  2. Quantas novidades !!!! andei ocupada com os macarrões e perdi alguns dias do seu blog que é uma delicia ler . Mas vou recuperar . Parabéns aí pelas suas conquistas . beijão Stella amiga do buzão

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s