Lugares

Um dia em Neuschwanstein

Tenho tanta coisa pra contar sobre nossa jornada alemã, que escrever sobre o passeio ao castelo de Neuschwanstein não estava nos meus planos. Nos meus rascunhos, outros dois textos quase prontos estavam formando fila. Mas, quando eu coloquei os olhos naquela maravilha toda, percebi que este post aqui teria prioridade.

Eu acho que o Neuschwanstein – junto com as paisagens exuberantes ao redor – foi uma das visões mais bonitas que já pude apreciar. Na verdade, bem antes de chegar ao castelo, durante o trajeto de carro, o caminho já ia me arrancando suspiros… Aiai… 🙂

Fazia muito tempo que planejávamos esse passeio. Como chegamos na Alemanha em janeiro, o mês mais frio, preferimos esperar as estações mais quentes. E, quando finalmente esquentou, ficamos sabendo que a Marienbrücke – a ponte que permite uma das vistas mais privilegiadas do castelo – estava fechada para reformas. Continuamos acompanhando o site do local e, assim que ela foi reaberta, fizemos uma marquinha no calendário!

Acordamos cedo, enchemos a mochila de lanchinhos e pegamos a estrada. Foram 3 horinhas de viagem num caminho lindo, com vaquinhas leiteiras malhadas, pastando ao lado da pista, fazendas, casas e pousadas, que pareciam sair daquelas ilustrações românticas de livros infantis, e, claro, montanhas lindas ao fundo, que ganhavam forma quilômetro a quilômetro.

E eram justamente essas montanhas o nosso destino! Não vou me esquecer do momento em que, mais próximos dos alpes, olhamos pra cima e vimos pela primeira vez ele, o castelo que eu tanto queria ver de pertinho, o lindo Neuschwanstein! Ah, é assim que se pronuncia, ó: Nói-xivan-ixtain. Hahaha! 😀

img_5909
Vista da estrada com as montanhas lindas ao fundo e, ali, à esquerda, o maravilhoso Neuschwanstein nos avisando que estávamos quase chegando

Já tínhamos reservados os tíquetes de entrada pelo site do castelo (importante!) e, como saímos cedo de casa, conseguimos adiantar os horários das visitas guiadas. No local, além do Neuschwanstein, outro castelo está aberto à visita, o Hochenschwangau (pronúncia: Rorrem-xivam-gau – hahaha!). Recomendo a visita aos dois locais, pois a história de ambos está completamente interligada.

Visitando os castelos

A entrada aos dois castelos é sempre com hora marcada e acompanhada por um guia. O bacana é que cada visitante recebe um audioguia (tem em português!) e, por isso, a gente descobre detalhes encantadores sobre a história das construções, sobre algumas das principais acomodações e seus móveis e – a parte que eu mais gosto – sobre as pessoas que habitaram ou passaram por lá.

Infelizmente, não são permitidas fotos no interior de nenhum dos castelos. Então, pra compartilhar com vocês um pouquinho do luxo todo que a gente viu lá dentro, encontrei esses sites com algumas imagens do Neuswchanstein e do Hochenschwangau.

Para resumir – bem rapidinho,  história dos palácios: o Hochenschwangau foi construído pelo rei Maximiliano II da Baviera e habitado por seu filho, rei Luís II da Baviera. Este rei, mais interessado em projetos arquitetônicos do que em assuntos de governo, foi quem encomendou, em 1869, a construção do Neuschwanstein, gastando toda a sua renda – um dos motivos para que fosse declarado como um rei louco.

Luís II morreu cedo, aos 40 anos, por um suposto afogamento (sei…) e, por isso, não conseguiu concluir a obra do Neuschwanstein, que permanece inacabado. A suntuosa Sala do Trono desse palácio, por exemplo, apesar de extremamente luxuosa e adornada, não possui um trono (!!!), já que o rei morreu precocemente.

Marienbrücke

Apesar do meu medo de altura, a tal da ponte era um dos locais que eu mais estava animada para conhecer. Então, depois de visitar o interior dos castelos, fomos direto pra lá.

Gente, o trem é alto pra caramba, apertado, cheeeeeeio de turista e, sim, balança. Olha, não foi muito fácil no começo, não, mas posso garantir que bem menos difícil do que eu imaginava. É que a vista é TÃO bonita, que a gente começa até a gostar de estar no alto e se anima pra fotografar e filmar. Juro que o difícil mesmo foi sair de la de cima e deixar aquela visão tão linda guardada só na mente e nas fotos. Eu não vejo a hora de voltar lá um dia, viu… Já estou com saudade!  ❤

neuschwanstein-marienbrucke

E, como eu não consegui fazer o upload no blog, deixo aqui um link do Youtube, onde postei um vídeo que gravei quando estava na ponte. Pelo menos, assim, dá pra assistir. 😛


Bom, como eu escrevi mais sobre a minha experiência de passeio do que um roteiro completinho, com todas as dicas de turismo, vou deixar aqui, para quem tiver interesse, um blog que me ajudou bastante a organizar nossa pequena viagem: Blog Vambora.

E, claro, vou terminar com mais fotos desse dia inesquecível. 🙂

Até a próxima!

Lissa


 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

7 comentários em “Um dia em Neuschwanstein

  1. Esse castelo foi o único passeio turístico que fizemos agora em outubro quando fomos conhecer a nossa nova cidade. Lendo seu texto senti tudo de novo!!! Me senti exatamente como vc em todos os memnetos, inclusive no medo de altura na ponte! Hahahaa…

    Um beijao!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s